Paternidade: um exercício de paciência. Como se manter calmo quando tudo parece dar errado.

Ter filhos não é recomendável para os fracos de espírito. Cria-los é algo que irá exigir muito de você, em todos os aspectos: físicos, psicológicos e financeiros. Lembre-se de que uma criança é um ser que depende de você completamente, e que veio ao mundo sem pedir, portanto, cabe a você prover tudo o que é necessário para o bem-estar dela.

Mas há casos onde sua paciência será testada repetidamente, fazendo com que pareça que o mundo está nas suas costas e que você é um fracasso como pai. Você sentirá remorso por ter se irritado com seu filho e irá se perguntar várias vezes onde errou tanto para que tudo desse errado. É mais ou menos o que aconteceu comigo essa noite.

Como minha esposa é médica, trabalha dando plantões eventualmente. Essa noite foi um desses casos. Já estou muito acostumado a dormir sozinho com João, que hoje tem 1 ano e 4 meses e dá menos trabalho pra dormir. Mas essa noite, tudo o que podia dar errado, deu. Parece que Murphy se hospedou aqui em casa sem ter sido convidado. Eis o resumo da noite:

  • As 21h coloquei João pra dormir. Ele deu muito mais trabalho que o normal, talvez por ainda estar saindo de uma gripe chata e por ter tido reação a algumas vacinas que tomou semana passada
  • Acordou as 00:30. Sempre que ele acorda a 1a vez na madrugada, colocamos ele na nossa cama. Foi o que eu fiz, mas antes preparei um pouco de leite, pra ele tomar e dormir mais rápido. Ao começar a preparar, derrubei todo o leite em pó no colchão onde ele dorme.
  • Após ir na cozinha pegar mais leite e preparar tudo, tive que “esconder” o leite em pó derramado porque o cachorro estava começando a lamber e eu não tinha como limpar pois estava com João no braço. Após tomar um pouco de leite, ele finalmente voltou a dormir.
  • As 4:30 ele acordou novamente, pois tinha feito cocô. Procurei lenços umedecidos e não encontrei. Achei um único pacote na sala, com DOIS lenços dentro. Ou seja, independente do tamanho da sujeira na fralda, eu teria que limpar com esses dois lenços. Sabe Deus como eu consegui.
  • Depois de finalmente conseguir troca-lo, já havia amanhecido o dia e ele estava desperto demais pra voltar a dormir.

O resultado dessa noite maluca: ainda restam 14h de plantão para a mamãe e eu já estou na sala com ele brincando. Ele, cheio de energia e eu já exausto tendo o dia inteiro ainda pela frente. Minha paciência chegou praticamente o limite com tanta coisa dando errado, mas respirei fundo e me mantive calmo.

Todos os problemas poderiam ter sido evitados, ou minimizados. Perder a paciência não é uma boa opção. São grandes as chances de que mais coisas deem errado porque você está agindo de forma impaciente. Manter a calma é sempre a melhor saída. Se isso acontecer com você, lembre-se de que problemas simplesmente acontecem e cabe a nós resolve-los ou nos manter preparados para que eles não aconteçam.

Ser pai é difícil, mesmo. Mas com calma, perseverança e persistência, você consegue.

Comentários

comentários

Comments (4)
  1. Rubens 24/11/2013
  2. Ricardo 25/11/2013
  3. Danilo 13/12/2013
    • Marcel 13/12/2013

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *