O encanto com a paternidade passa um dia?

Eu não sei se isso acontece com todos os pais, mas duvido muito que aconteça. Eu tenho um certo “encantamento” com a paternidade que não passa nunca. Pra mim é como se todo dia fosse o dia que meus filhos nasceram. Sem demagogia, eu também fico cansado, também me irrito e perco a paciência com eles às vezes. Se não perdesse estaria mentindo. Mas talvez a grande diferença é que eu sei que isso faz parte do pacote. Eu aceito que essas coisas são inerentes à minha tarefa como pai e por isso não reclamo.

Eu me cobro demais com relação a ser pai. Sinto remorso quando me irrito. Quando não estou presente por alguma razão, mesmo que seja necessário. Sei que isso é ruim, pode prejudicar o crescimento deles (tornar-los dependentes demais) ou o relacionamento com eles no futuro. Eu tento me policiar. Mas enquanto eles são tão pequenos, eu simplesmente não consigo.

Me pergunto se um dia esse encantamento todo vai passar. Em que momento isso vai acontecer. Na primeira arte, na desobediência, na adolescência… Difícil saber. Em algum momento ele deve passar, ou talvez apenas eu relaxe mais. Talvez eu compreenda melhor o meu papel de pai e aceite que eles sabem que eu estou ali pra eles, mesmo que eles não venham atrás de mim. Não sei e acho que não quero saber por enquanto.

Screen Shot 2014-12-14 at 9.41.11 PM

Por enquanto tudo o que eu quero é continuar me encantando pelos meus filhos todo dia. Quero continuar com saudade deles só porque eles foram dormir. Quero acordar feliz sabendo que eles e seus sorrisos vão ser a primeira coisa do meu dia.

Por enquanto é só isso que eu quero.

comentários

Comentários

comentários

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *