Não existe “gravidez por acidente”

Quando alguém fala que engravidou de forma acidental, eu tenho enorme dificuldade em aceitar. Não é preconceito, é só uma perspectiva diferente. Mas antes de tudo vou tentar desmistificar algumas coisas sobre a gravidez, especificamente falando dos casos onde as pessoas envolvidas na concepção não estavam esperando que ela acontecesse, independente dos motivos.

Com exceção da concepção in vitro, são necessárias duas pessoas para gerar uma criança através da relação sexual. Portanto, a responsabilidade tanto da concepção quanto da criação cabe aos dois envolvidos. O mesmo vale para o uso ou não de métodos contraceptivos. Há um pensamento muito antiquado de que a responsabilidade de se proteger é sempre da mulher. Ela quem tem que cobrar a camisinha, ela quem tem que assumir as consequências de engravidar ou não, ela quem tem que tomar a pílula do dia seguinte, etc. A responsabilidade nunca é dividida com o homem. Isso é algo que vou ensinar aos meus filhos e que todo homem deveria saber: saiba das consequências de colocar seu piupiu para brincar, seja usando métodos contraceptivos ou não. Tem a questão das doenças envolvidas aí, mas nesse caso específico vou falar de gravidez.

preg

Mas por que não há gravidez acidental? Explico. O único método realmente eficiente de não engravidar é não ter relações sexuais. Qualquer outro método de prevenção à gravidez possui riscos e falhas. Camisinhas podem furar, estourar e mesmo que estejam em perfeitas condições não garantem uma eficácia de 100%. O mesmo vale para pílulas anticoncepcionais, pílulas do dia seguinte, espermicidas, etc. Todo método tem os seus riscos. O ideal é sempre mesclar mais de um, como pílula anticoncepcional e camisinha, para minimizar mais as chances de uma gravidez.

Portanto, se não há método 100% eficiente, quem transa DEVE saber que por menores que sejam as chances, elas existem. E são inúmeros os casos de espermatozóides chamados Macgyver que conseguem burlar todas as cercas de segurança. Se você pratica sexo consentido com ou sem proteção, sabe que a gravidez pode acontecer. Portanto, nada de “acidente”. As pessoas ignoram as chances porque em teoria elas são muito pequenas. Mas imagine se você tivesse uma chance em 100 de ganhar na loteria. Garanto que você ia jogar toda semana.

A única gravidez por acidente que eu imagino seria uma mulher estar tomando sol pelada, com as pernas abertas e um rapaz cego tropeçar, cair com o pinto no lugar certo e engravidar a moça instantaneamente. Qualquer outra forma eu chamo de gravidez “inesperada” ou “indesejada”. Não planejada também serve. As pessoas pensam pouco nas consequências de seus atos e acabam jogando a responsabilidade no acaso.

Transar é bom pacas. Mas como qualquer coisa na vida, traz consequências maiores ou menores dependendo de como, quando, onde e com quem for feito. Levar sua vida sexual mais a sério não quer dizer que ela deve ser chata. Significa apenas que você é uma pessoa mais consciente e preparada em caso de surpresas.

Comentários

comentários

Comments (1)
  1. Heitor Moraes 13/11/2014

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *