Homem também “fica grávido”

Por mais que estudos comprovem que a gravidez solidária existe (em inglês, sympathetic pregnancy), também conhecida como Couvade Syndrome, muitos pais sentem vergonha de admitir que também “estão grávidos”. Durante o período gestacional é perfeitamente normal que os pais sintam sintomas parecidos com os da mãe. Enjôo matinal, uma sensibilidade maior, entre outras coisas. A questão aqui não é a vontade de gerar o bebê, nada disso. São sintomas que surgem porque o homem sente-se participante de todo o processo. De forma solidária, acaba sentindo coisas parecidas involuntariamente.

Obviamente por machismo ou vergonha, muitos não querem admitir. Eu senti isso tanto na gravidez de João, quanto nessa de Tomaz. Hoje mesmo estava aqui vendo uns vídeos teoricamente normais no Youtube e por um momento achei que estavam cortando cebolas perto de mim. Nara também tem andado extremamente sensível ultimamente e isso me fez perceber exatamente o motivo de estar me sentindo assim.

Pode parecer estranho, mas eu vejo como algo muito bacana. É fundamental que você, como pai ou futuro pai, participe de todos os momentos. Sua mulher precisa de você e saber que pode contar com a sua ajuda é reconfortante e dá tranquilidade pra uma gravidez mais calma e saudável. E essa participação tem que vir naturalmente, estamos falando da sua família, afinal de contas. Não é algo pra ser visto como uma obrigação ou um fardo.

Pra você, papai que anda assustado com o que vem sentindo, fique tranquilo. Isso é mais do que comum e você não precisa se preocupar. Pra aprender mais um pouco, assista o vídeo.

Comentários

comentários

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *