Executivo mudou de vida após receber carta da filha

mohamed_el-erian

Mohamed El-Erian era um executivo que tomava conta de um fundo de investimento de 2 trilhões de dólares. É grana equivalente ao PIB do Brasil, que é a 7a maior economia do mundo. Um belo dia ele pediu a sua filha pra escovar os dentes e ela se negou. Ao questionar a menina sobre o motivo, ela entregou a ele uma carta com 22 situações da vida dela em que Mohamed não esteve presente. Os motivos eram sempre os mesmos: viagens, trabalho, ligações, etc.

Eventos importantes como o primeiro dia na escola, festa de Halloween, esportes e outras ocasiões muito importantes pra menina de 10 anos. Isso aconteceu em janeiro e o desligamento do executivo da companhia onde trabalhava chocou o mercado financeiro, mas só agora numa entrevista ele resolveu revelar os motivos.

Essa situação funcionou como um sinal de alerta que acordou Mohamed para a vida. Assim, ele mudou toda a sua rotina de trabalho, reduziu sua jornada e hoje consegue até mesmo pegar a filha na escola. Casos com o dele não são exceção, são a REGRA. Pais e mães precisam trabalhar duramente para sustentar suas famílias e o resultado disso é pouquíssimo tempo convivendo com os próprios filhos. Esse tipo de vida é extremamente nocivo para o relacionamento com os filhos, porque transforma os pais em pessoas ausentes na vida dos filhos.

Um dos grandes pilares da educação familiar é o EXEMPLO. Como os pais podem dar exemplo aos seus filhos se nunca estão por perto? Como uma criança pode se espelhar nos bons exemplos dos pais se a convivência deles é basicamente com babás, empregadas, creches ou a escola? Além disso, acaba faltando intimidade, cumplicidade e a ligação, aquela conexão forte que cria laços entre pais e filhos fica prejudicada, quando não se perde.

Isso é reflexo do modo como vivemos. Mohamed é um privilegiado, afinal, uma pessoa rica pode se dar ao luxo de mudar muito mais facilmente sua rotina de vida. Porém, eu nunca fui rico e fiz a mesma coisa, de forma ainda mais radical. Lutei muito para conseguir mudar minha rotina e trabalhar em casa, mesmo abrindo mão de muita coisa. Devo grande parte disso a minha esposa, que sempre me apoiou. É difícil? Bastante. Mas não é impossível. Com vontade e persistência é possível mudar hábitos ou de vida para estar mais perto dos filhos.

meninos

Ter filhos não é nem um pouco fácil. E é muito mais difícil quando você se propõe a REALMENTE cria-los. Estar presente, participar das atividades, educar, tudo isso toma tempo, um pouco da sua saúde e muito da sua paciência. Não é uma tarefa para qualquer um. É por isso que muitos de certa forma “desistem” do trabalho, sendo pouco ou nada atenciosos com os filhos e esperando apenas o tempo passar. Muitas famílias acabam se perdendo pelo caminho dessa forma.

Os pais sempre tiveram a responsabilidade (visto pela sociedade) de prover, enquanto as mães deveriam criar e cuidar dos filhos. Mas isso mudou drasticamente desde que as mulheres perceberam que elas também podem e devem ser produtivas e viver suas vidas, construir carreiras e não deixar de ser mães por isso. Não são muitos os pais que acordaram para isso, a ponto de perceber que não são meros provedores. Ser pai é muito mais que pagar uma escola boa ou por comida na mesa. Não se pode tratar obrigações paternas como PRIVILÉGIOS. Criar bem os filhos é o mínimo esperado.

As coisas tem melhorado um pouco. Há bem mais pais hoje em dia dividindo as tarefas do cuidado com os filhos e a casa com suas esposas, mas a sociedade inteira ainda precisa mudar. Isso diz respeito também às empresas. As jornadas de trabalho, o trânsito e a falta de estrutura nas cidades não permitem que pais estejam mais próximos dos filhos. Esse é um dos motivos pelos quais vivemos numa sociedade doente, com pessoas desajustadas emocionalmente, independente da idade.

O exemplo do executivo mostra que nunca é tarde para acordar e perceber quais coisas são realmente importantes na sua vida. Mas é preciso querer.

Via Exame

Dica do artigo da @danighi

Comentários

comentários

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *